Detalhes do Texto

Compartilhado em:
1 de Março de 2014
Posição no Ranking:
30º
Nota Média do Texto:
8,5
Número de Avaliações:
1
Autor:
Cristiano de Aguiar
O texto 'Monólogos da solidão' é de propriedade de Cristiano de Aguiar e não pode ser reproduzido sem aviso prévio do autor.

Monólogos da solidão



Fim



Comentários



Há um comentário:
  • Eduardo Luiz

    comentou em 02/03/2014 12:17:47:
    Realmente gosto bastante de textos que começam de forma simples e aos poucos, vai se moldando, e escalando para um sentido maior. E o texto realiza isso. O texto se torna grande nas duas últimas estrofes, que são usadas palavras simples mas bem encaixáveis ao contexto como um todo. Contudo, ainda acho que há quebras de ritmo quando se separam alguns versos de outros; como em 'E se não for você, sei que isto ninguém mais' e só em outra estrofe a continuação do pensamento, que deixa o texto não fluindo bem em algumas partes. Outro ponto é que o texto se apoia muito em rimar com finais 'ar' e 'er', cito isso porque utilização de palavras diferentes, e a grande possibilidade de rimá-los, o tornaria um refúgio ao comum, e sem dúvida, o tornaria único dentro de sua própria existência.


© 2017 Templo de Atena. Todos os Direitos Reservados