Detalhes do Texto

Compartilhado em:
3 de Novembro de 2012
Posição no Ranking:
46º
Nota Média do Texto:
7,5
Número de Avaliações:
2
Autor:
Cristiano de Aguiar
O texto 'Cavaleiro Marginal' é de propriedade de Cristiano de Aguiar e não pode ser reproduzido sem aviso prévio do autor.

Cavaleiro Marginal



Fim



Comentários



Há um comentário:
  • Eduardo Luiz

    comentou em 03/11/2012 18:26:42:
    Há certo ar de vários ‘ar’ foneticamente trepidando a cada intervalo regular em nossas cabeças. Em absoluto não vejo problema em rimas comumente intercalados em um período curto, mas aqui as tais palavras estão em um grau tão simplificado que é impossível não comprometer o texto. Se observarmos a quarta estrofe há apenas dois versos, dos seis, que não terminam em ‘ar’. Isso não seria o problema se os versos fossem tão curtos. Há outros que também considero problemáticos, há numerosas frases anticlimáticas que ferem a classe superior do mesmo. A maior delas se gera quando se cita a empregabilidade de um presidio ou não na sociedade, neste caso acredito que não há poema com poesia que segure tal característica, ainda mais incursionando isso a um questionamento. As duas frases (ou versos) finais ficam em dissintonia quando pensamos que condutas antes estabelecidas se encontrem com duas palavras tão condecorativas como ‘grande’ e ‘cavaleiro’.


© 2017 Templo de Atena. Todos os Direitos Reservados