Detalhes do Texto

Compartilhado em:
6 de Outubro de 2012
Posição no Ranking:
45º
Nota Média do Texto:
7,5
Número de Avaliações:
2
Autor:
Cristiano de Aguiar
O texto 'Lotado todos os dias' é de propriedade de Cristiano de Aguiar e não pode ser reproduzido sem aviso prévio do autor.

Lotado todos os dias



Fim



Comentários



Há 2 comentários:

  • Eduardo Luiz

    comentou em 06/10/2012 12:35:36:
    Um poema divergente em seu núcleo principal. Acredito que a critica latente em rezar para acontecer coisas aparentemente impossíveis seja realizar o mesmo ato contra o próprio ato. Assim é certo que o texto tenha se altivado mais pagão do que cristão em si, há incursões de humor negro (em abertura de licitações e santos descansando em feriados) ou ainda podemos manipular isso como um propósito onipresente em cada pessoa de fé extraviada pelas próprias origens falsamente incorruptíveis. E talvez as velas sejam exatamente esses tais dias lotados, vão acabando e diariamente é necessário acendê-las. Mas a esperança tem graus de proximidade tão forte com a morte que certamente tais rezas são fatos de uma terapia pessoal e não exatamente uma solução. Solução esta que só cria vida própria quando a encarnamos, e neste ponto o poema se torna tão submisso nas ações do que, infelizmente, nas consequências.


© 2017 Templo de Atena. Todos os Direitos Reservados